Metas do Movimento

  • Simplificação e racionalização da estrutura tributária brasileira (abrange impostos e contribuições federais e estaduais), reduzindo a quantidade e os custos de sua administração para o contribuinte;
  • Eficiência na gestão pública por meio do planejamento dos gastos, contenção da taxa de crescimento das despesas dos governos e mais investimentos em infraestrutura;
  • Redução gradual da carga tributária ao longo da próxima década, chegando a um patamar limite de 30% do PIB. Hoje a carga tributária é igual a 36,4% do PIB.